PLANEJAR AS REFEIÇÕES AJUDA A MANTER DIETA SAUDÁVEL MORANDO SOZINHO

7 milhões de brasileiros moram e fazem suas refeições sozinhos – geralmente, a geladeira dessas pessoas é cheia de alimentos fáceis, como macarrão instantâneo, ou ainda produtos vencidos ou restos de outras refeições.

Além disso, como mostrou um estudo da Universidade de Cambridge, quem vive sozinho come menos frutas e verduras. Para evitar isso e manter uma alimentação mais saudável e sem excessos, a dica é organizar e planejar as refeições, sabendo o que vai comprar no supermercado e sem ter preguiça de preparar a própria comida, como recomendaram a pediatra Ana Escobar e o nutricionista Marcelo Barros no Bem Estar desta quinta-feira (26).

A principal dica dos especialistas é eleger a si mesmo como uma companhia para as refeições – por exemplo, você ofereceria para uma visita uma comida feita de qualquer jeito? Uma comida passada? Servida sem toalha na mesa? Partindo disso, a ideia é sempre montar a mesa antes de fazer a refeição, como se fosse receber alguém, mesmo se o prato for um macarrão instantâneo – segundo a pediatra Ana Escobar, esse hábito faz bem para a autoestima.

É importante tomar cuidado ainda com o supermercado – geralmente quem vai às compras à noite, com fome, acaba optando por alimentos nada saudáveis, como mostrou a reportagem da Carla Modena (veja no vídeo ao lado). Isso pode oferecer riscos à saúde, como explicou a pediatra Ana Escobar.

A dica, portanto, é optar por alimentos práticos, mas saudáveis, como saladas, verduras e legumes, até mesmo aqueles que já vêm prontos e embalados. Iogurte, castanhas e frutas também são boas opções para ter em casa, especialmente na hora que bate a fome. Comer algo saudável de imediato é uma alternativa que pode ajudar a evitar besteiras, como explicou o nutricionista Marcelo Barros.

Para evitar que os produtos passem da validade, a dica é comprar potes e embalagens menores e com pouca quantidade, como por exemplo, o requeijão pequeno, a manteiga pequena, entre outras opções. Para o nutricionista Marcelo Barros, ter os alimentos já cortados e pré-preparados também é fundamental para ficar mais fácil na hora de cozinhar. O especialista recomenda, por exemplo, preparar uma quantidade maior de comida, como arroz e feijão, no fim de semana e guardar em potes pequenos para o longo dos dias, para evitar desperdícios.

Caso fique alguma sobra, a dica é usá-la para preparar outros pratos – segundo os especialistas, é importante lembrar que é possível ter prazer em cozinhar para si mesmo e alguns pratos podem ser feitos de maneira rápida e prática, como mostrou a chefe de cozinha Mara Salles na reportagem da Carla Modena. A dica da especialista é ter um kit básico de sobrevivência na cozinha, como alho, cebola, ovos, pão, tomate, azeite, queijo e ervas frescas, alimentos que não podem faltar e podem ser usados em diversos pratos. Tomate com azeite, ervas, alho e manjericão, por exemplo, assado no forno, é uma opção rápida e saborosa.

Fonte: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/12/planejar-refeicoes-ajuda-manter-dieta-saudavel-morando-sozinho.html